Total de visualizações de página

Translate

terça-feira, 15 de novembro de 2011

*** SIMPLESMENTE AMOR ***

MESMO QUE EU NÃO TENHA TODAS AS RESPOSTAS...
SERÁ QUE UM DIA NOS REENCONTRAREMOS?
EM TODOS LUGARES QUE HABITAMOS...
LADO Á LADO ANDAMOS UM PARA OUTRO CEGOS?
POR QUÊ PASSAMOS DESPERCEBIDOS?
MESMO VESTIDOS OU DE NÓS DESPIDOS?
NÃO SE CALAM ESTAS INFINITAS PERGUNTAS.
QUANDO MEUS OLHOS MAREJANTES OBSERVAM:
PESSOAS NO "AMOR" ANDAREM JUNTAS!
O TEMPO OU O DESTINO; TERIA QUE SER ASSIM?
NA INCANSÁVEL BUSCA DAS VERDADES,
SE FOI O "AMOR" NEGADO Á MIM!
VIVO MEUS DIAS LEMBRANÇA DA DESPEDIDA...
POR QUÊ? SE SÓ "AMOR" O QUÊ EU QUERIA!
AMOR SIMPLESMENTE!
O VERDADEIRO "AMOR" SOMENTE!
EM MINHA VIDA TEU SINCERO AMOR...
SEM QUE EXISTISSE DESPEDIDA:
DEIXANDO-ME SOMENTE A DOR!

AUT.: ***Jaqueline Lopes***

2 comentários:

Poeta Mario Macedo de Almeida disse...

MUITO LINDO SER VERSOS, PARABÉNS...

Flor Morenna disse...

Bom dia Jaque...Intenso, triste, e belo!